Ipiales: Las Lajas + Pasto: La Cocha

O Santuário de Las Lajas é um símbolo da Colômbia

Não tenho religião, mas nunca deixo de visitar templos icônicos. O Santuário de Las Lajas, na Colômbia, foi um dos que, quando vi a foto, pensei “preciso conhecer esse lugar!”. E minha viagem pela América do Sul foi uma excelente oportunidade, pois a igreja fica perto de Ipiales, no departamento de Nariño, bem próximo à fronteira com o Equador.

LAS LAJAS

Este slideshow necessita de JavaScript.

A história de Las Lajas começa em 1754, quando uma menina indígena supostamente viu a virgem em uma das paredes do penhasco. No mesmo ano foi erguida uma capela no local da aparição. Em 1979 iniciou a segunda construção. A terceira veio em 1859. A obra da estrutura que se vê hoje começou em 1916 e terminou em 1949. Em 1954, foi concedido a Las Lajas o título de Basílica Menor e em 2007, ela foi considerada a Segunda Maravilha da Colômbia, segundo pesquisa do jornal El Tiempo com seus leitores.

Além de apreciar a natureza e a arquitetura neogótica externas à edificação de 100 metros dentro do cânion no Rio Pastarán, é possível entrar na igreja. No subsolo há um museu cuja entrada vale 3.000 (uns R$ 4,50). Nele estão expostas algumas peças pré-colombianas, bem como é explicado como foi realizado o projeto de Las Lajas. É bom ir de dia para fazer uma caminhada pelas trilhas e à noite para ver o jogo de luzes.

O táxi da fronteira (demorei meia hora para fazer o processo de saída do Equador e três horas para fazer a imigração na Colômbia) custa COP 9.000 (uns R$ 13,50) até Ipiales. De Ipiales até Las Lajas o transporte vale COP 2.500 (uns R$ 4). Cada trajeto demora mais ou menos 10 minutos. Além de Las Lajas, Ipiales não tem muitos atrativos.

PASTO

Pasto, também em Nariño, fica a aproximadamente 80 quilômetros de Ipiales. A passagem custa COP 10.000 (uns R$ 15) e a viagem dura mais ou menos duas horas e meia. Esse município tampouco tem grandes atrações. Contudo, um ponto turístico que vale à pena conhecer é o Museo del Oro Nariño.

Obras pré-colombianas são expostas no Museo del Oro Nariño

A entrada é grátis e está aberto de terça-feira a sábado. O centro cultural é mantido pelo Banco de la República (o equivalente ao nosso Banco Central). Ele conta com peças de arte pré-colombiana e espaços como salas de estudo, estúdios de música, biblioteca e áreas de exposição.

O vulcão Galeras pode ser visto até em dias nublados

Desde Pasto se vê o vulcão mais ativo da Colômbia, o Galeras. Contudo, somente uma parte do Santuário de Fauna e Flora Galeras é acessível aos turistas, e função da ameaça vulcânica. Uma outra programação que envolve natureza é o passeio à Laguna de La Cocha. A viagem até lá demora aproximadamente 30 minutos e o ônibus, que sai ou da Plaza del Carnaval ou do Hospital Departamental, custa COP 5.000 (uns R$ 7,50).

View this post on Instagram

Laguna de la Cocha. (#Pasto, #Colombia 🇨🇴)

A post shared by Me Leva Embora Estrada Afora (@melevaemboraestradaafora) on

Os arredores da lagoa são lindo, parecem cenário de filme, com canais, lanchas, pontes e casas coloridas. São oferecidos passeios nos barquinhos. Uma volta ao redor da ilha custa aproximadamente COP 40.000 (uns R$ 60) para até quatro pessoas. É recomendável fazer o tour para ter uma ideia do tamanho do corpo d’água, já que a vegetação cobre grande parte das margens.

Passeio em barco é uma das atividades para se realizar em La Cocha

A maioria dos negócios no local são de restaurantes. O almoço mais barato que encontrei foi por COP 8.000 (uns R$ 12). Era uma refeição clássica: sopa, arroz, feijão marrom, patacón – banana verde frita -, salada e carne. Neste caso, a carne era de peixe, pois as trutas são muito comercializadas na região. E ainda veio batatas fritas, que, em geral, não são incluídas no prato feito.

O almoço com truta é típico em La Cocha

CURTA A PÁGINA DO ME LEVA EMBORA ESTRADA AFORA NO FACEBOOK
SIGA O ME LEVA EMBORA ESTRADA AFORA NO INSTAGRAM
ACOMPANHE O ME LEVA EMBORA ESTRADA AFORA NO TWITTER

MAPA:

GOSTOU DO POST? NÃO GOSTOU DO POST? TEM ALGUMA SUGESTÃO? FICOU COM ALGUMA DÚVIDA? QUER FAZER UM ELOGIO? UMA CRÍTICA? ESCREVE AQUI NOS COMENTÁRIOS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.