La Serena + Coquimbo + Andacollo + Punta de Choros

O Faro Monumental é um ícone de La Serena, no litoral norte chileno

La Serena é a capital da IV Región de Coquimbo, no Chile. As cerca de seis horas de viagem em direção ao norte desde Santiago são agradáveis devido à bela paisagem. O visual fica ainda mais bonito quando a Ruta 5, principal rodovia chilena, se aproxima do mar. O principal cartão-postal da cidade é o farol na beira do Pacífico. O Faro Monumental, construído entre 1950 e 1951, foi declarado Monumento Nacional em 2010. As praias El Faro, Los Fuertes, Mansa, Blanca, La Barca, 4 Esquinas e La Marina também são muito buscadas por turistas.

Uma das características de La Serena é o fato de ela ser cortada pela Ruta 5. Próximo a ela está o Jardim Japonês, a área verde mais agradável do lugar. Ele foi inaugurado em 1994 para celebrar a irmandade dos municípios de La Serena e de Tenri, no Japão. Também conhecido como Kokoro No Niwa, ou Jardim do Coração, ele tem 26 mil metros quadrados.

O Jardim Japonês é um lugar de muita tranquilidade perto do centro de La Serena

O terreno conta com um lago, pontes e mais de 70 variedades de plantas, todos organizados para que cada elemento tenha um significado específico de acordo com a tradição do país asiático. A entrada custa 1000 pesos chilenos (cerca de R$ 5). Quase em frente está o Parque Pedro de Valdívia, onde o mercado de pulgas é orgnizado aos domingos.

O CENTRO DE LA SERENA
A Plaza de Armas é o ponto central de La Serena

Ao leste da Ruta está o centro. Nele estão importantes atrações, como a Plaza de Armas, ponto de encontro dos serenenses. Ao seu redor se localizam a catedral e o governo regional. O Museu Histórico Presidente Gabriel González Videla também está em frente à praça. O imóvel de 1892 contém mais de 3,5 mil peças que contam como La Serena se desenvolveu.

Já o Museu Arqueológico expõe alguns artefatos históricos, entre eles um moai da Ilha de Páscoa. Infelizmente, quando o visitei, em outubro de 2017, a instituição estava em reforma e somente uma pequena parte de sua coleção estava à mostra. A uma quadra dali está o mercado La Recova, onde se pode encontrar peças de artesanatos e doces feitos de papaya, fruta típica da região.

la serena
O pôr do sol em La Serena e Coquimbo desde o Cerro Grande é magnífico

Cerro Grande fica a aproximadamente 13 quilômetros do centro. Para chegar até o topo, é necessário contar com algum tipo de transporte próprio. Por sorte, meu host do Couchsurfing tinha uma moto e nos levou até lá. A estrada é de chão batido e apresenta um certo grau de dificuldade. Contudo, o esforço para chegar até lá em cima compensa. É um lugar com vista privilegiada das cidades de La Serena e de Coquimbo. O pôr-do-sol no mar visto do alto do morro é inesquecível.

COQUIMBO
As casas do Bairro Inglês, em Coquimbo, foram decoradas com murais e grafites

Vizinha a La Serena está Coquimbo, um polo portuário. Próximo ao porto há uma famosa área histórica, o Bairro Inglês. Aqui famílias europeias e norte-americanas se instalaram no começo do século XX. Hoje, os imóveis estão repletos de manifestações artísticas. A prefeitura realiza uma caminhada guiada gratuita por essas ruas entre segunda e sexta-feira, a partir das 12h30.

Outro programa sem custo é o passeio até o Fuerte Lambert, ou Fuerte de Coquimbo, construído em 1876. Já para conhecer a marca registrada da cidade é preciso pagar. A Cruz del Tercer Milenio tem 93 metros e brinda uma visão panorâmica do município. O ingresso de 2000 pesos (uns R$ 10) dá direito à visita ao mirador, ao museu e à igreja.

OS BALNEÁRIOS
A praia La Herradura é um dos pontos mais visitados de Coquimbo

A praia mais badalada é La Herradura. Seu formato de ferradura faz com que a água seja super tranquila, ideal para relaxar no oceano. Ainda há mais balneários muito procurados em Coquimbo.  A 17 quilômetros do centro está o pequeno e encantador Totoralillo, com suas águas cristalinas e vista privilegiada do pôr-do-sol. Guanaqueros fica a 34 quilômetros e se localiza ao lado de um pequeno morro de onde se pode fazer belas fotografias da praia. A 48 quilômetros está Tongoy, onde se encontram variedades de frutos do mar para degustar, como ostiones vivos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

ANDACOLLO

Por um caminho de aproximadamente 60 quilômetros em uma estrada montanhosa se chega a Andacollo. O pequeno povoado é muito visitado por fiéis da Virgen del Rosario de Andacollo. A imagem da santa pode ser vista no Templo Chico, de 1772. Para enxergá-la mais de perto, basta entrar no museu. Em 1893 foi erguida a Basílica Menor, também em homenagem à Virgem, pois era preciso um lugar maior. A construção de madeira, chamada também de Iglesia Grande, foi declarada Monumento Nacional em 1981.

PUNTA DE CHOROS

Para quem gosta do contato com a natureza, uma boa opção na região é a localidade de Punta de Choros. O micro-ônibus desde La Serena sai da Ruta 5, próximo à passarela do supermercado Líder, às 9h30. São cerca de 120 quilômetros de distância, mas a má qualidade da pavimentação ao sair da rodovia principal faz com que a viagem demore cerca de três horas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

De Punta de Choros é possível acessar a Reserva Nacional Pingüino de Humboldt. Nela está 80% da população mundial dos pinguins de humboldt. Um passeio de barco leva os turistas até a Isla Damas, uma das três que formam a área protegida, e a única que pode ser visitada (entre abril e novembro ela fecha nas segundas e terças-feiras).

Durante o tour na reserva nacional, pode-se avistar grande variedade de flora e fauna como pinguins, lobos-marinhos e, com sorte, baleias. A entrada para estrangeiros custa 6000 pesos chilenos (uns R$30) e a passagem até lá sai 10000 (cerca de R$50). Dependendo das condições climáticas – muito vento ou ressaca -, os barcos não deixam o continente.

Curta a página do Me Leva Embora Estrada Afora no Facebook
Siga o Me Leva Embora Estrada Afora no Instagram
Acompanhe o Me Leva Embora Estrada Afora no Twitter

MAPA:

GOSTOU DO POST? NÃO GOSTOU DO POST? TEM ALGUMA SUGESTÃO? FICOU COM ALGUMA DÚVIDA? QUER FAZER UM ELOGIO? UMA CRÍTICA? ESCREVE AQUI NOS COMENTÁRIOS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.