La Paloma + La Pedrera

O farol de La Paloma é um dos pontos de referência da cidade

La Paloma é a praia mais desenvolvida do departamento de Rocha, no Uruguai. Apesar disso, a diferença para o litoral gaúcho, por exemplo, é enorme. Há apenas um edifício na cidade e, depois de sua construção, prédios altos foram proibidos. Todas as vias do centro são asfaltadas, e também as mais importantes dos bairros, mas ainda há muito chão batido.

la paloma
Um esqueleto de baleia foi colocado no centro da cidade para valorizar a espécie

Próximo à entrada do município está um bosque, ideal para caminhadas sem pressa. No canteiro da Avenida Nicolás Solari, a principal, está o centro de informações turísticas. Atrás dele, foi instalada parte de um esqueleto de baleia. A primeira área a ser habitada no município está a leste da avenida, na praia de Bahia Chica. Entre Bahia Grande e o balneário de La Aguada está o porto. Outras praias procuradas são La Balconada, Los Botes e Anaconda.

O FAROL DE LA PALOMA

"Guía mientras no deje de girar" (La Paloma, Uruguai)

A post shared by Me Leva Embora Estrada Afora (@melevaemboraestradaafora) on

Mas a marca registrada da cidade é o farol Cabo Santa María. É possível conhecer seu interior. A visita custa 25 pesos (uns R$ 3). São 142 degraus (os últimos 16 bem verticais e mais difíceis de subir) para chegar até perto do seu topo de 29 metros. Inaugurado em 1874 (data oficial da criação de La Paloma), seu raio de luz branca dá uma volta completa a cada 60 segundos. Ao lado da estrutura atual, estão escombros da primeira construção, que desmoronou em 1872 durante a obra, matando as pessoas que trabalhavam ali.

la paloma
Do alto do farol se enxerga uma vista panorâmica de La Paloma
LA PEDRERA

Distante cerca de 10 quilômetros de La Paloma, está La Pedrera. Muito mais rústico, esse balneário é muito buscado por surfistas no verão. O nome se deve à sua geografia, pois o povoado foi formado em cima de uma rocha. Na beira do mar, muitas pedras dão um toque especial ao visual do lugar. Mas essas formações me pareceram um pouco estranhas. A impressão é que elas constituem-se de lâminas, e tais camadas dificultam a caminhada sobre elas.

la paloma
As pedras, apesar da superfície irregular, são ótimos pontos para pescar

São duas as praias mais próximas ao vilarejo: ao norte, a Desplayado e, ao sul, a Del Barco. Nesta última é possível ver os restos do navio Cathay VIII, que naufragou em 1977. São duas as vias asfaltadas na cidade: a Avenida Principal e a Rambla, que costeia (desde o alto da pedra) o mar. À noite, dá para enxergar a luz do farol de Cabo Polonio à esquerda e a do farol Cabo Santa María à direita. A diferença entre os dois é notável. Como em Polonio não há luz elétrica, a iluminação do instrumento de navegação se destaca, apesar da distância, em meio à escuridão. Já em La Paloma, como há iluminação pública, o brilho acaba se misturando com outras luzes da cidade.

O navio naufragado é uma das atrações de La Pedrera

Curta a página do Me Leva Embora Estrada Afora no Facebook
Siga o Me Leva Embora Estrada Afora no Instagram
Acompanhe o Me Leva Embora Estrada Afora no Twitter

 MAPA:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *