Colômbia

Colômbia
Chapéus à venda no centro de Cartagena de Índias

Foi num show do Maná. Na música Latinoamerica. Ali, no meio da multidão do Pepsi on Stage, em Porto Alegre, eu percebi que precisava conhecer melhor meu continente. Eu já estava em negociações com a Aiesec, organização gerida por jovens que usa o intercâmbio para desenvolver competências. Antes dessa epifania musical, eu buscava voluntariado apenas na Argentina ou no Uruguai. Depois de ouvir a frase “Latino tú, latino yo, la misma sangre y corazón“, qualquer país ao sul dos Estados Unidos serviria para mim. Apareceu então uma vaga que fechava com meu perfil. A oportunidade era para Cartagena de Índias, na Colômbia. Vergonhosamente, eu nunca tinha ouvido falar da cidade antes. Mas foi necessário só uma foto do Google Images para me apaixonar pelo lugar.

Colômbia
Imóvel em estilo colonial na Ciudad Amurallada em Cartagena
geografia, história, cultura

Com geografia variada, da Amazônia ao Caribe, passando pelo Pacífico e pelos Andes, a Colômbia, no norte da América do Sul, tem muito a oferecer aos visitantes. Para quem gosta de história, sítios arqueológicos apresentam os povos pré-colombianos. Para quem gosta de cultura, é a terra de Gabriel García Márquez e de ritmos como a salsa, cumbia e o vallenato.

Colômbia
Valledupar, terra do vallenato, tem grande população indígena
o passado da colômbia

A escolha pela Colômbia não agradou muito a família e os amigos. “Vai visitar o Pablo Escobar?” “Me traz uns quilos!” “Não vai ser sequestrada pelas Farc!” A associação que as pessoas faziam do país com drogas e violência era imediata. E precisava explicar, baseada no que eu tinha aprendido desde a decisão de ir para lá, que o turismo era muito forte e aquela imagem que associamos ao país já não correspondia com a realidade dos colombianos. O passado problemático é, inclusive, hoje explorado para atrair visitantes. Roteiros relacionados a antigos criminosos são atrações da região. Um dos slogans usados para promover a Colômbia é “o perigo é você querer ficar”. Fui para lá, me arrisquei e não deu outra: não queria voltar.

Colômbia
Obra Pablo Escobar muerto, de Fernando Botero, é atração em Medellín

Curta a página do Me Leva Embora Estrada Afora no Facebook
Siga o Me Leva Embora Estrada Afora no Instagram
Acompanhe o Me Leva Embora Estrada Afora no Twitter

MAPA:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *