Sítios históricos das Missões

Missões
São Lourenço Mártir foi a antiga redução mais marcante visitada no roteiro

O dia de voltar de uma viagem sempre tem um ar meio melancólico, não importa a duração da trip. No regresso de São Luiz Gonzaga a Porto Alegre, fomos parando para conhecer as atrações do caminho na região das Missões. Antes mesmo de sair de São Luiz, fizemos a primeira escala. O sítio histórico de São Lourenço foi o lugar mais interessante deste passeio.

SÃO LOURENÇO MÁRTIR

São seis quilômetros de chão batido desde a BR-285. Na entrada da antiga redução, há uma estrutura com guarda, exposição de peças encontradas e dados históricos sobre o local. Caminhando sobre o amplo gramado, podia-se observar ovelhas pastando próximas às ruínas. Aliás, essa interação da natureza com os escombros das construções é uma das características mais marcantes do local. As árvores emolduradas pelos fragmentos de parede da igreja formam uma cena deslumbrante. Um antigo cemitério acrescenta mistério à atmosfera dali.

Missões
Em São Lourenço, a natureza se mescla com os destroços das construções
SÃO JOÃO BATISTA

A próxima ex-redução que conhecemos foi São João Batista, no município de Entre-Ijuís. Optamos por pular o sítio de São Miguel das Missões, pois já havíamos estado lá em 2014. Para chegar até São João, também são seis quilômetros desde a BR-285. Foi a visita que menos me chamou atenção. Partes da igreja e do colégio ainda estão conservadas. Um conjunto de pequenas estruturas enfileiradas é a característica mais curiosa do sítio. Aqui, também, o cemitério semiabandonado cria um clima sombrio. Um monumento de 1959 se confunde em meio às construções do Século 17. É uma obra feita de pedra em homenagem ao padre Antônio Sepp, fundador da redução. A figura representa os pioneiros da siderurgia do Brasil.

MVI_0076000
Apesar de não ser a redução mais atrativa, São João oferece ruínas intrigantes
SANTO ÂNGELO CUSTÓDIO

A última parada dessa viagem foi em Santo Ângelo, maior cidade da região.O principal motivo para entrar no município foi conhecer a Catedral Angelopolitana. Erguida em 1929, a construção foi feita com arenito no estilo barroco missioneiro. A igreja fica na Praça Pinheiro Machado, no Centro Histórico. No entorno, um museu a céu aberto pouco funcional – o telhado de vidro impede uma visão clara – expõe fragmentos da redução Santo Ângelo Custódio.

MVI_0076808
A Catedral Angelopolitana é o ponto turístico mais famoso de Santo Ângelo
O FIM DO PASSEIO ÀS MISSÕES

A visita teve de ser breve, pois já chegamos no fim da tarde e ainda tínhamos mais de seis horas de estrada pela frente até chegarmos de volta a Porto Alegre. Foram três dias intensos de viagem com o saldo de mais de mil quilômetros rodados, um carro imundo, lembranças de belas paisagens e muito aprendizado sobre o passado do Rio Grande do Sul.

ASSISTA AO VÍDEO DAS MISSÕES AQU:

Curta a página do Me Leva Embora Estrada Afora no Facebook
Siga o Me Leva Embora Estrada Afora no Instagram
Acompanhe o Me Leva Embora Estrada Afora no Twitter

MAPA:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *